Labels

Wednesday, September 21, 2011

MOTELx 2011 - 3 FILMES


Como é hábito e como fã que sou de cinema de terror, este ano lá fiz umas visitas à 5ª edição do Festival Internacional de Cinema de Terror de Lisboa, mais conhecido por MOTELx. Claro que não vi nem metade dos filmes que queria ver, mas uns tinham horários desfasados com a minha disponibilidade (sessões às 16.30) ou vontade (já não me sinto com força para ver mais de dois filmes por dia). Assim, muito modestamente, lá consegui ir ver quatro filmes.

Foram eles o THE TROLL HUNTER, que inaugurou o festival e cuja sessão tardava em começar, do qual falarei à parte, uma vez que tem estreia marcada para o nosso circuito comercial. Os outros foram THE WOMAN, THE SHRINE e SENNENTUNTSCHI; em comum tinham o facto de terem no centro de acção uma mulher morena de cabelos compridos (e não, nenhum deles era de origem oriental).

THE WOMAN de Lucky Mckee – Um chefe de família apanha uma mulher selvagem e leva-a para a sua casa, com o intuito de, com a ajuda da sua família, a civilizar. O problema é que ele e o seu filho são mais selvagens que a pobre mulher e o confronto é inevitável.
Este é capaz de ser um dos mais fortes e violentos filmes de terror que já vi. Não há sombra de sobrenatural por aqui, mas sim um retrato realista de uma aparente perfeita família americana cheia de segredos, filmada como se os seus actos fossem a coisa mais normal deste mundo. Acredito que a crueldade de algumas sequências possa chocar espíritos mais sensíveis, mas o violento final e a sua conclusão não deixam ninguém indiferente. Classificação: 7 (de 1 a 10)

THE SHRINE de Jon Knautz – Um trio de jornalistas visita uma remota aldeia na Polónia, na esperança de descobrirem o que aconteceu a um jovem que por lá desapareceu. Depressa percebem que não são bem-vindos e que ninguém os quer a passear no meio da estranha neblina do bosque. Quando o fazem, vêem-se perseguidos por uma seita determinada a matá-los.
Na primeira parte do filme, parece que estamos perante mais um exemplo de “torture porn” inspirado por HOSTEL, mas felizmente nem tudo é o que parece e depressa se instala o sobrenatural. O filme tem uma atmosfera fantasmagórica que me agrada e a estátua do demónio é de causar arrepios. O clímax é bem conseguido e o realizador consegue-nos prender na cadeira com alguns sustos e suficiente suspense. Classificação: 6 (de 1 a 10)

SENNENTUNTSCHI de Michael Steiner – Numa aldeia algures no meio dos Alpes Suíços, aparece uma misteriosa mas bonita mulher e a sua presença vai desestabilizar o ambiente da aldeia, com consequências trágicas.
Inspirado na lenda alpina do mesmo nome, em que uma boneca de trapos é trazida à vida para satisfazer os desejos sexuais de camponeses solitários, parece que este é o primeiro filme do género a ser produzido na Suíça. A ideia é interessante, o elenco é convincente e a paisagem tem um ar fantástico que me agrada, infelizmente o filme arrasta-se e parece que nunca mais acaba. Classificação: 4 (de 1 a 10)

No comments:

Post a Comment